Colunas

Colunas

O que faz de um autor um autor importante?

por

O que é ou como se define um autor importante? Ou, pelo menos, um autor que deva ser levado em conta, se não pela obra em si, ao menos por seu papel na história da literatura? Como saber separar, enfim, um autor significativo de alguém cuja obra impressa faria melhor sendo usada para reciclagem de […]

Bombons

Bombons recheados de cicuta nº04

por

ilustrações de Bruno Maron Foi surpreendido hoje cedo numa esquina: levaram tudo o que ele tinha no bolso – inclusive […]

Bombons

Bombons recheados de cicuta nº03

por

ilustrações de Bruno Maron Enigma… enigma… Difícil decifrá-lo, mas, se você souber que enigma é um substantivo masculino, já é, […]

Ao pé da letra

Ao pé da letra #0

por

Começo de Conversa Esta é uma contribuição do SESI-SP ao esforço de valorização da língua portuguesa, hoje falada no mundo por mais de 280 milhões de pessoas. Claro que o nosso desejo é o de prestigiar a norma padrão, também chamada de culta. É a que se aplica nos exames oficiais e em concursos. Não […]

Bombons

Bombons recheados de cicuta nº02

por

ilustrações de Bruno Maron CONTAM que muitos anos atrás filmaram Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa. Filme amador: preto-e-branco. Depois de pronto, convidaram o escritor mineiro para assistir ao filme. Viu e percebeu que havia muito cavalo, muito. Eis o comentário definitivo do bom e velho Guima: Fiz um romance épico e vocês fizeram um […]

Bombons

Bombons recheados de cicuta nº01

por

ilustrações de Bruno Maron NÃO participo de coletânea de contos: prefiro errar sozinho. * Pequeno e singelo acento circunflexo provocou estrago irreparável no relacionamento deles: rapaz gostava do Rambo; moça, do Rambô. * UMA VEZ, quando escrevia certo romance, comentava com amigos sobre o tema,  maioria perguntava se era sobre a mãe Daquele Amigo – […]

Ao pé da letra

Ao pé da letra #10

por

ATAQUE À FOLIÃ “Laís pulou carnaval no interior e foi atacada pelas murissocas.” Não aproveitou e nem soube escrever o nome do inseto. Não existe a palavra “murissoca”. A grafia correta é muriçoca (espécie de pernilongo; a origem do nome, segundo Houaiss: “tupi *mberu’soka ‘pernilongo’, formado do tupi mbe’ru ‘mosca’ e tupi ‘soka’, ‘que quebra, […]

Ao pé da letra

Ao pé da letra #9

por

Ledo engano “À entrada de uma empresa está escrito: seja bem vindo!” Isso não pode ser verdade. Ninguém é “bem vindo” e sim bem-vindo, porque o advérbio bem deve ser separado do segundo elemento por hífen, na maioria das palavras. Período correto: À entrada de uma empresa está escrito: seja bem-vindo! Bom sentimento “O bem-querer […]